Ferramentas de Utilizador

Ferramentas de Site


pegada_da_moura

Pegada da Moura

Localização

Cronologia

Indeterminada.

Descrição

A rocha gravada ocupa um afloramento granítico horizontal num caminho que atravessa a chã de uma encosta suave sobranceira à Ribeira do Pessegueiro e a curta distancia (c. de 100 m) da Capela da Sra. do Rosário.Tal como o nome indica, a gravura representa o negativo de um pé humano (podomorfo).

Embora se encontre em bom estado de conservação, a sua implantação numa laje plana e rasa ao solo, torna-o susceptível à ação de agentes erosivos. O suporte tem como dimensões aproximadas 5,10 m de comprimento e 2,50 m de largura. A figura ocupa uma zona central da superfície. Encontra-se orientada na direção sudoeste, alinhada com o declive da encosta e voltada para o vale, avistando-se o Monte do Castêlo na linha do horizonte.

O interior da figura é integralmente desbastado contudo, a sua morfologia distingue-se dos podomorfos clássicos por apresentar largura e comprimento algo invulgares porque, de certa forma, exageradas. Tem como dimensões máximas c. 30 cm de comprimento, 15 cm de largura e cerca de 5 cm de profundidade.

É frequente as gravuras de podomorfos surgirem em conjuntos mais alargados, junto a figuras da mesma tipologia e mesmo aos pares, no entanto, aparentemente, este surge isolado. Sugere-se a sua inserção cronológica num período histórico, por motivos que se prendem com o reduzido grau de desgaste visível e a frequente relação entre representações de pegadas e caminhos antigos, valorizando-se ainda a sua localização nas proximidades de Capela dedicada a Nossa Senhora do Rosário, cujo culto tem origem medieval.

Fontes

Bibliografia

  • Alves, L. B. (2000). Levantamento da Arte Rupestre da Bacia Hidrográfica do Rio Vouga. 19 p.
  • Bettencourt, A. (1981). Contributos para a Carta Arqueológica do concelho de Sever do Vouga. Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Trabalho escolar apresentado ao Instituto de Arqueologia da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Policop
  • Bettencourt, A. (1988). Carta arqueológica do concelho de Sever do Vouga. Sever de Vouga, Portugal, 250p, policop

Museu Municipal de Sever do Vouga 2020/04/24 22:41

pegada_da_moura.txt · Esta página foi modificada pela última vez em: 2020/05/11 19:09 (Edição externa)