Ferramentas de Utilizador

Ferramentas de Site


mao_amiga

Mão Amiga - Fundação de Edite Costa Matos

A Fundação de Edite Costa Matos, Mão Amiga, nasceu em 2009, fruto de um grande sonho da sua fundadora, Edite Silva e Costa Matos, seu marido e filhos.

Sediada em Silva Escura, na União de Freguesias de Silva Escura e Dornelas, esta IPSS de utilidade pública, tem por objeto a assistência, apoio e auxílio a qualquer pessoa, grupo ou família, em qualquer parte do território nacional, nas áreas social, da saúde, da educação, da formação e da habitação, bem como a contribuição para o desenvolvimento humano, o bem-estar e a integração social das pessoas e das famílias na comunidade em que sem inserem.

São especialmente apoiados pela Fundação os idosos, a infância e juventude, incluindo crianças e jovens em risco, os deficientes e incapazes, e em geral todas pessoas e famílias que se encontrem numa situação de necessidade, seja por falta ou insuficiência de recursos, seja por quaisquer incapacidades ou impedimentos relevantes.

Baseada em princípios sólidos e transparentes, a Fundação trabalha todos os dias, com a intenção de chegar mais próximo de quem mais precisa, contando com o grande apoio dos seus parceiros e dos seus voluntários.

Áreas de Intervenção

Projeto Habitação Solidária Vida

No decorrer do ano de 2018, a Fundação concorreu ao “Portugal Inovação Social”, na área da habitação solidária, com o projeto “Habitação Solidária VIDA – Valorização, Integração, Desenvolvimento, Autonomia”, projeto que foi apoiado pelo Portugal Inovação Social, POISE Este projeto é também apoiado por investidores sociais: Município de Sever do Vouga, A. Silva Matos Industries, Rotary Club de Sever do Vouga.

Conta com parceiros como a Associação Just a Change, IPSS`s locais, empresas locais e nacionais, comércio local e comunidade do concelho de Sever do Vouga, entre outros. Decorrerá até 4 de Junho de 2021 e irá abranger 60 beneficiários, reabilitando nestes três anos cerca de vinte habitações degradadas do concelho de Sever do Vouga, desenvolvendo-se nas seguintes atividades:

  • Acompanhamento sistemático da realidade social: nesta primeira fase é realizada a sinalização e avaliação de agregados familiares em situação de debilidade social. Caso alguns agregados não cumpram com os requisitos específicos do VIDA (baixos recursos económicos, habitações com graves carências de habitabilidade), são encaminhados para respostas adequadas às suas necessidades; os aprovados para intervenção, após uma análise exaustiva, são selecionados para a intervenção VIDA;
  • Reestruturação sociofamiliar apoiada em Contrato familiar: nesta segunda fase é realizada a reabilitação das casas das famílias selecionadas anteriormente, bem como o inicio de acompanhamento psicossocial, tendo em conta as necessidades/oportunidades do agregado familiar;
  • Qualificação dos beneficiários, que tenham capacidade para tal, para a promoção do património local: formação/qualificação das famílias em competências/conhecimentos de valorização/ comunicação do património local com o objetivo de estas se poderem tornar “embaixadores locais”, através da realização de atividades de turismo experiencial nas habitações requalificadas;
  • Integração do projeto na comunidade: Pretende-se dar consistência à intervenção, favorecendo a sua valorização social e apropriação para toda a comunidades, através de ações de team building para os interventores diretos na requalificação habitacional, workshops de discussão do projeto, sessões de troca de experiências para todos os stakeholders, festas/convívios envolvendo toda a população;
  • Avaliação do impacto social, incluindo monitorização dos outcomes: Construção do sistema de avaliação de impacto e respetivos instrumentos;
  • Comunicação e dissertação da intervenção e seus resultados: Realização de um seminário final de apresentação de resultados e edição de produto de storytelling da experiência;
  • Gestão do projeto: Consolidação das parcerias estabelecidas com organizações da comunidade local interventoras; comunicação do projeto e monotorização e acompanhamento;

Intervenção Psicossocial

Acompanhamento Biopsicossocial

Aberto a pessoas e/ou instituições, enquanto agente impulsionador de autonomia, o acompanhamento psicossocial é assegurado pela equipa multidisciplinar da Fundação, constituída por:

  • Serviço Social - Atendimento, acompanhamento, encaminhamento social de famílias e/ou indivíduos carenciados
  • Psicologia - Acompanhamento individual a crianças, jovens e adultos; Atendimento a pais e professores; Realização de relatórios psicológicos
  • Educação Social - Realização de atividades pedagógicas que visam a promoção e a integração social de pessoas em situação de risco, excluídas ou em vulnerabilidade social; apoio in loco; definição de Plano Individual de Intervenção

Bancos de Apoio Social

Para além das valências referidas, contamos com alguns bancos de apoio social:

  • Banco de roupa
  • Banco de mobiliário
  • Banco alimentar (Cabazes de alimentos entregues pontualmente ou entregas programadas)

Cabaz de Natal

Em parceria com o Município de Sever do Vouga, empresas e outros parceiros locais, entregamos um cabaz com produtos essenciais ao Natal a todos os indivíduos/ famílias carenciadas do concelho de Sever do Vouga. A Fundação participa nesta atividade também na qualidade de investidora social.

Infância e Juventude

Cesto Escolar

Procurando ir ao encontro das reais necessidades das crianças e jovens em meio escolar, para um melhor desempenho e integração dos mesmos, a Fundação vai ajustando este contributo em colaboração com o Agrupamento de Escolas de Sever do Vouga. Assim, para além do material básico necessário, este cesto inclui também material/equipamento de apoio às disciplinas.

Férias Solidárias

Atividade destinada a crianças e jovens com idades compreendidas entre os 6 e os 16 anos, oriundas de famílias carenciadas, residentes nos concelhos de Sever do Vouga, Oliveira de Frades e Albergaria-a-Velha, acompanhadas pela Fundação ou encaminhadas por Instituições locais (IPSS´s. CPCJ, Centro de Saúde, entre outros.). Em cada ano é selecionada uma temática a ser trabalhada em três momentos diferentes: nas interrupções letivas da Páscoa, Verão e Natal, com o principal objetivo de trabalhar/reforçar as competências pessoais e sociais, com recurso a meios lúdicos, educativos, desportivos e/ou artísticos.

Bolsas de Estudo e/ou Apoio à Educação

Bolsas de Estudo -A Fundação atribui Bolsas de Estudo a jovens que ingressem ou frequentem o Ensino Superior Público, licenciatura e/ou mestrado, permitindo-lhes, desta forma, alcançarem uma ferramenta de trabalho, imprescindível à construção de um futuro melhor.

Apoio à Educação- No sentido de adaptar as realidades socais aos novos contextos, a Fundação define para cada ano lectivo um valor a distribuir a título de Apoio à Educação, ao qual podem aceder candidatos que não reúnam todas as condições de acesso à Bolsa de Estudo, mas que preencham os requisitos constantes do respectivo Regulamento, nomeadamente a nível de recursos económicos do agregado familiar.

Maneiras de Sever

O Maneiras de Sever é um projecto de Design para a Inovação Social, que surgiu em 2013 fruto da parceria entre o Mestrado em Design da Universidade de Aveiro (por Pedro Fragoso Lopes) e a Fundação de Edite Costa Matos - Mão Amiga, com o objectivo fixar a população jovem do concelho de Sever do Vouga, através do reconhecimento e de sentimento de pertença pelo território, com auxílio de ferramentas multimédia.

Fonte

Ligações

mao_amiga.txt · Esta página foi modificada pela última vez em: 2020/05/14 13:14 por mmsv