Ferramentas de Utilizador

Ferramentas de Site


jose_simoes_pedro

José Simões Pedro

Natural de Cedrim, na actual União das Freguesias de Cedrim e Paradela.

Cónego da Sé de Viseu.

Através das suas obras e dos seus comoventes sermões frequentes nas missas de São João, está presente na memória de todos os cedrinenses. Entre as suas obras, ressaltam Musa Singela (1984), Recordações (1986), A Trapa (1956), Na Orla do Vale (1973) e Predestinada (1982).

É, contudo, na obra Recordações, que dá um retrato mais definido da sua pequena aldeia beirã «CEDRIM… é o nome da minha aldeia; não é só porque nela nasci que me parece mais linda que as outras. Nela pouco tempo vivi; mas, quando me vejo dentro da sua perfumada cinta de verdura e ouço o murmúrio das suas fontes, o gorjeio das suas aves e o rumor dos seus ribeirinhos que dão a toda a aldeia uma frescura paradisíaca, toda ela, a terra onde nasci me parece uma canção».

Fonte

jose_simoes_pedro.txt · Esta página foi modificada pela última vez em: 2020/05/11 19:09 (Edição externa)