Ferramentas de Utilizador

Ferramentas de Site


celso_tavares_da_silva

Celso Tavares da Silva

Filho de José Marques da Silva e Ermelinda Rosa Tavares, nasceu em Cedrim, na actual União das Freguesias de Cedrim e Paradela, em 29 de fevereiro de 1916.1)

Assim, recordou as suas origens “com saudade, as suas viagens em barcaça com a mãe e outros familiares e amigos, desde Pessegueiro do Vouga até esse cenário queirosiano onde iria veranear -talvez com mais propriedade, outonar, pois já era depois das vindimas -em praias da ria e do litoral aveirense. As mulheres e os miúdos iam na barcaça, duas ou três farm1ias; os homens viajavam de cavalo ou de comboio, quando o passou a haver, pois sempre encurtavam dois dias da jornada, no rio e na ria.” 2)

Faleceu em Lisboa a 7 de Junho de 1996, vindo a sepultar em Cedrim.

Vida sacerdotal

Frequentou o Seminário de Viseu, concluindo o seu curso em 1938 com elevada classificação. Aguardando idade para ser ordenado sacerdote, foi colocado como prefeito no Seminário Menor de Fornos de Fornos de Algodres.

Foi ordenado presbítero a 30 de Abril de 1939 por D. José da Cruz Moreira Pinto, Bispo de Viseu. É nomeado pároco de S. Tiago de Besteiros.

Em 1954 foi nomeado Pároco e Arcipreste de Oliveira de Frades. Aqui foi um dos fundadores do Externato Lafonense, do qual foi o primeiro director. Aqui também funda o Jornal de Lafões e o Movimento de Promoção de Oliveira de Frades.

Em 1968 foi nomeado Vice-reitor do Seminário Maior de Viseu, passando a Reitor em dezembro de 1977. Entretanto, tinha sido nomeado Cónego em 1973.

Entre 1978 e 1996 desempenhou a função de Director do Jornal da Beira.

Foi nomeado Monsenhor em 13 de agosto de 1982, por João Paulo II.

Fez ainda parte da Comissão Diocesana de Arte Sacra e da Direcção do Museu do Tesouro da Sé.

Polo de Viseu da Universidade Católica

Juntamente com D. José Pedro da Silva, bispo de Viseu, foi um dos obreiros para a expanção da Universidade Católica Portuguesa para Viseu.3)

Em 4 de dezembro de 1979 o Bispo de Viseu, D. José Pedro da Silva, constituiu a Comissão de Estudos Preliminares para instalação de uma secção da Universidade Católica em Viseu, da qual fez parte com Cón. Luís Gonzaga Leite Barreiros, P. Custódio Lopes dos Santos, P. José Fernandes Vieira, P. Ricardo Cardoso, P. Virgílio Lopes.

Integrou como Vogal a Comissão Organizadora, presidida pelo Prof. Dr. Júlio Fragata.

Em 1980 tem início o funcionamento do Curso de Humanidades em 1980 que até 1983 funcionou no Seminário de Viseu, assumindo Celso Tavares da Silva as funções de “director em exercício”.

Em 27 de Setembro de 1983 Integrou o Conselho de Direcção como Secretário-Geral do Curso de Humanidades e Director em Exercício do pólo de Viseu da Universidade Católica Portuguesa, cargo que desempenhou até 1993.

celso_tavares_da_silva.txt · Esta página foi modificada pela última vez em: 2020/05/11 19:09 (Edição externa)