fbpx

Sabia que… já se usavam “canivetes suiços” há 10 mil anos?

Os habitantes das margens do Vouga, há mais de 10 mil anos, usavam no seu dia a dia um autêntico “canivete suíço”. Este instrumento era feito a partir de um seixo rolado, no qual se davam duas pancadas criando duas arestas vivas e uma forma pontiaguda.
Um seixo rolado, assim talhado, permitia executar diversas funções. Por exemplo depois de caçar um animal com a aresta viva cortava-se a pele, que depois era raspada para se tirar a gordura e também alisada com outra superfície do seixo. As sementes ou as plantas que eram apanhadas podiam ser moídas e trituradas friccionando-as sobre uma pedra maior, como se fosse um almofariz. Daí serem os “canivetes suíços” da altura.
O seixo rolado facilmente se adaptava à forma da mão e era transportado pelos habitantes da altura, que eram nómadas, ou sejam não residiam sempre no mesmo local. Andavam muitos quilómetros ao longo dos vales dos rios, principais zonas de circulação, à caça e recolha de plantas e sementes.
No sítio do Rodo, em Couto de Esteves, foi escavado um dos sítios habitado há mais de 10 mil anos e onde se encontraram vários destes “canivetes suíços”. No Museu pode ver alguns exemplares.

Este mês lançamos a questão: “Sabia que… as portagens em Sever do Vouga não são de agora?”
Veja na edição do Jornal Beira Vouga já nas bancas!

Veja todos os artigos publicados nesta série, aqui.

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Reabrimos ao público com todas as medidas de segurança para que possa visitá-lo.

Horário: 3ª a Sábado: 10h-12h30 / 14-17h

Entrada Gratuita

As visitas guiadas estão suspensas, serão retomadas logo que possível.

Reabertura do Museu