Investigação sobre as Minas do Concelho

De 27 de Novembro a 3 de Dezembro, o responsável do Museu, esteve no arquivo da Direcção Geral de Energia e Geologia, em Alfragide, Amadora, a consultar os diversos processos das concessões mineiras do concelho.

Foram mais de 3500 páginas de documentação que foram consultadas sobre as seguintes concessões mineiras:

  • 1 – Braçal e Malhada, Sever do Vouga e Silva Escura
  • 13 – Coval da Mó e Bocanha, Silva Escura
  • 215 – Fojo, Silva Escura
  • 216 – Regadas, Silva Escura
  • 227 – Cabeço da Macieira, Talhadas
  • 246 – Vale do Bicho, Talhadas
  • 568 – Avide, Talhadas
  • 569 – Vilarinho, Talhadas
  • 1438 – Lomba da Fonte da Serra, Talhadas
  • 1441 – Porto Vilarinho, Talhadas
  • 1739, Vale da Murta, Sever do Vouga
  • 2294, Boucinha, Talhadas

A investigação é uma das funções de um museu. Este trabalho de investigação, que não está terminada, permitirá desenvolver trabalhos futuros sobre esta temática.

Um deles será a remodelação do núcleo das minas, na exposição permanente, de forma a incorporar informação mais ampla sobre a exploração mineira do concelho e não apenas sobre as Minas do Braçal e Malhada.

Da documentação consultada, destacamos a informação sobre a poluição das águas do rio Alfusqueiro, os protestos da população e as soluções encontradas para minimizar a poluição, e que ainda hoje ali são visíveis; bem como a informação sobre a trágica inundação em que morreram vários mineiros no Braçal.

A par do arquivo referido, também foi efectuada investigação sobre a mesma temática no Arquivo Nacional da Torre do Tombo e na Biblioteca Nacional de Portugal, ambos em Lisboa.

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *